Mantenedores

Detalhes tão pequenos... e tão importantes no projeto da câmara frigorífica

É comum encontrarmos edificações que não ficaram tão boas quanto se esperava, com adaptações, ou onde depois de estar com tudo pronto se percebesse que poderia ter ficado melhor se houvessem feito de outra forma.

Com as câmaras frigoríficas não é diferente, e para minimizar este tipo de situação existem pontos que devem ser pensados previamente para não haver arrependimento posterior, ou até mesmo custos adicionais para consertar algo que poderia ter sido feito correto desde o início se melhor planejado.

Um dos pontos mais comuns de se ter este tipo de problema é nas portas, e é sobre elas que falaremos a fim de minimizar este tipo de situação.

PORTAS FRIGORÍFICAS.

As portas frigoríficas são diferentes das portas da construção civil convencionais principalmente por sua propriedade isolante, são constituídas por um núcleo isolante normalmente de espuma rígida de poliuretano Injetado (PUR) e com acabamento em chapa de aço pré-pintada nas duas faces.

TIPOS DE PORTA

 

Porta Giratória – O mecanismo de abertura é formado por dobradiças, e estas definem o lado de abertura da porta, ou seja, se as dobradiças estão fixadas no lado direito da porta (como na foto de exemplo ao lado) esta será uma porta com abertura direita.

 

 

 

 

  

 Porta Corrediça – O mecanismo de abertura é formado por trilhos e roldanas, e estas definem o lado de abertura da porta, ou seja, se para abrir a porta corre para o lado direito do vão da porta (como na foto de exemplo ao lado) esta será uma porta com abertura direita.

Número de batentes – Primeiro precisamos entender o que são os batentes. Batente é cada aba do marco da porta, esta aba tem como principal função fornecer uma superfície plana para que a gaxeta da porta tenha perfeita vedação ao ser fechada. As portas podem ser de três ou quatro batentes.

 

 

 

Porta 4 Batentes – Esta porta possui um total de quatro abas no marco da porta, neste caso a gaxeta da porta vedará inteiramente contra o marco.

É aplicada em câmaras onde o piso da câmara é construído sobre o piso existente formando um degrau para acessar o interior da câmara.

Muito usada em câmaras com piso isolado de pequeno porte, onde o abastecimento é feito de forma manual, ou seja, sem o uso de paleteira, empilhadeira, etc...

 

 

 

 

Porta 3 Batentes – Esta porta possui um total de três abas no marco da porta, neste caso a gaxeta inferior da porta vedará contra o piso, este por sua vez deve ser nivelado e liso para uma perfeita vedação.

É aplicada em câmaras onde o piso acabado interno da câmara fica no mesmo nível do piso externo.

Muito usada em câmaras sem isolamento de piso ou câmaras de médio/grande porte onde o isolamento do piso fica enterrado, ou seja, abaixo do nível do piso acabado. Nestes casos normalmente o abastecimento é feito com o uso de paleteira, empilhadeira, etc...

 

 

Porta Sem Aquecimento – Esta porta não possui resistência de aquecimento. Recomendada para uso somente em câmaras que trabalhem em temperatura positiva.

 

 

 

 

 

 

 

Porta Com Aquecimento – Esta porta possui resistência de aquecimento. Recomendada para uso em câmaras que trabalhem em temperatura negativa. Normalmente possui resistência simples para temperaturas de até -20°C e resistência dupla para temperaturas inferiores a -20°C.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Frigelar Comércio e Indústria LTDA
Rogério Dahmer
Coordenador de Vendas Técnicas 
Divisão EOS Termoisolantes
www.frigelar.com.br
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
www.eos.com.br/termoisolantes

Entre para postar comentários

Social

Topo